E que tudo mais va pro inferno! Estrelas de Fevereiro Flutuando no Escuro...
sing out this song and i'll be there by your side

Seja Bem Vindo Ao Odisseu


Desvenda-me ou te devoro

Eu Vejo...
Evangelion - Death and Rebirth

Eu Ouço...
Ewan McGregor

Eu Leio...
Vinícius de Moraes

Posts
domingo, setembro 08, 2002
São cerca de 7:10 e o pessoal acabou de sair daqui.
A "Operação Balões" ( =P ) foi bem sucedida. Aproximadamente 90 balões vermelhos (já descontando os que explodiram em nossa mão ao logo após serem jogados) com frases libertárias e,alguns, com papeizinhos dentro foram lançados aqui pela janela. Foi interessante encher e escrever nos balões, foi algo feito por várias mãos. Ver vários balões vermelhos voando no céu foi algo mágico. Durou pouco mas foi mágico. A gente viu alguns entrando em prédio e casas, o que quer dizer que provavelmente que poderão ser encontrados e lidos. 99 acabou se revelando uma quantidade pequena. Com um bom número de pessoas e com alguma organização pode-se fazer um espetáculo melhor =D. Também não vamos insistir nessa idéia. Mas a qualquer um que quiser repetir a dose, todo o meu incentivo (a melhor coisa que encontramos para escrever em balões foi o marcador para quadro branco, só uma dica =P).
Um abraços para todos. E tenham uma vida felix.

A gente se vê por aí... ;)
Postado por Ataliba em 07:13

sexta-feira, setembro 06, 2002
...::05/09/02::...

Eu sou o cocô da mosca que morreu afogada no seu chá de fita cassete.

Você já se sentiu como se fosse destinado a ser a última pessoa sozinha do mundo?
A ser a última pessoa que, ouvindo suas músicas preferidas quase em posição fetal, chora e canta no escuro?
A ser a última pessoa a conhecer a felicidade, porém a primeira a esquecê-la?
A ser a última pessoa a reconhecer que não há perfeição e a alcançá-la?
A ser a última pessoa a chegar ao amor, se este já não tiver sido tolhido?
A ser a última pessoa a descobrir que tudo não passa de uma mentira?
A ser a última pessoa?


"If you don't love me
Lie to me
Because, baby, you're the one thing
I believe
Let it all fall down around us
If that's what's meant to be
Right now if you can't love me
Lie to me"
__________________Bon Jovi

E eu acho que começo a compreender o sentido da expressão "pessoa que caiu do caminhão de mudança"; talvez não no sentido esperado para ser entendido, mas dane-se.

"I can't write a love song
The way I feel today
I can't sing no song of hope
Cause no one left to save
And I can't fight the feelings
That are buried in my veins
I send this song to you whoever you are
As my guitar lies bleeding in my arms"
__________________Bon Jovi

E por que Bon Jovi teve que mudar? Por que, de canções como Lie To Me ou My Guitar Lies Bleeding In My Arms, passou para It's My Life ou One Wild Night? Por quê, Meu deus? Por quê?

Obrigado, Humberto, por me jogar numa fossa sem fundo.
E obrigado, Victor, por me fazer perceber que essa fossa talvez nem tenha sentido.
Ainda, obrigado, Consciência, por me fazer quem sou.
(Talvez um ou dois desses obrigados sejam irônicos - nem eu sei mais)

"What was once holy water
Tastes like bitter wine"
__________________Bon Jovi
.
.
.
.
.
.

...::06/09/02::...

Como andaram reclamando que eu só ponho músicas alheias no meu blog, resolvi colocar uma minha. Aviso logo que, ao reler algumas músicas que outrora escrevi, me decepcionei ao ver tamanha superficialidade e infantilidade (as pessoas mudam - ainda bem). Mas, como estou com preguiça para escrever novas, vou colocar essa que é uma das minhas que escrevi em português preferidas.

NÃO ME FAÇA TE AMAR - PEDRO LUCAS DE AMORIM LOMÔNACO

Não quero alguém pra cuidar de mim
Não preciso de alguém na minha casa
Não posso confiar em ninguém assim
Porque não quero perder as minhas asas
Eu não quero mais amar
Eu não vou sofrer em vão
Pois eu sei que só vou me enganar
Só vou perder minha razão
Eu não quero acreditar numa falsa paixão

Eu não quero amar
Já estou cansado de me machucar
Se eu achar uma razão pra poder viver
Eu não quero me apaixonar
Nem se eu morrer por você
Porque o amor só me faz sofrer
Porque no seu olhar eu vou me perder
Eu não quero me apaixonar

Meu primeiro amor foi fatal
Uma ferida que nunca fechou
Ela dizia "o amor é imortal"
E foi ele próprio que se matou
Eu não preciso de amor na minha vida
"O amor é lindo" é só um mito
Pra falar a verdade, a paixão foi quase linda
Até que no meu peito ouvi um grito

Eu não quero amar
Já estou cansado de me machucar
Se eu achar uma razão pra poder viver
Eu não quero me apaixonar
Nem se eu morrer por você
Porque o amor só me faz sofrer
Porque no seu olhar eu vou me perder
Eu não quero me apaixonar

E, por favor, não me deixe louco
Porque eu não quero viver uma ilusão... ilusão
Tente não me fazer morrer aos poucos
Tente não destruir meu coração


Eu não vou amar
Porque eu posso até não agüentar
Se por acaso meu coração voltar a bater
Eu não vou me apaixonar
Não importa o que sinto por você
Tenho medo de pôr tudo a perder
Tenho medo de voltar a viver
Só pra você me ver morrer


Eu não quero amar
Já estou cansado de me machucar
Se eu achar uma razão pra poder viver
Eu não quero me apaixonar
Nem se eu morrer por você
Porque o amor só me faz sofrer
Porque no seu olhar eu vou me perder
Eu não quero me apaixonar

Não me faça amar
Não me faça te amar
Não me faça amar
Não me faça amar
Não me faça te amar



Gostaria de tornar público o início da minha movimentação em prol da campanha "Faça um Pedro Lucas feliz você também". Sim, se você deseja participar e ajudar, só tem de colaborar com uma razoável quantidade de dinheiro. Este será direcionado à compra de dois valiosíssimos discos compactos:
LIFEHOUSE - no name face (a banda daquela música esplêndida do post passado)
RADIOHEAD - the bends (...)
Mostre que você se preocupa! Olhe para os olhos dessa criança. Você acha que dois reais por mês são demais para trazer um sorriso a esses olhos? Afirme sua consciência e sensibilize seus sentimentos. Agora é o momento.
:P



Momento Sofismo Genérico do Centro:
Deus é perfeito. Ninguém é perfeito. Então, das duas uma: Deus é ninguém ou Ninguém é deus.

... ó, Descartes, como queria eu deixar de existir por alguns ínfimos segundos ...

=> Há doze dias eu não arranjo uma paquera* para apresentar aos meus avós
Postado por Pedro Lucas em 23:43
Ae! Finalmente um dia felix! =D

*

Eu tenh pensando umas coisas estranhas. Ha alguns dias pensei em passar uma temporada fora do pais (ate falei sobre isso no blog, nao se sei alguem percebeu). Agora eu estou pensando em voltar de vez pra ca. Por que? Por que eu me sinto bem aqui. Sinceramente, esses tres ultimos dias foram os piores dias desse ano. Antes os piores dias desse ano foram os tres dias logo depois q eu voltei pra Sao Paulo. Mas mesmo assim era completamente diferente. Lah eu fikei triste mas nao tinha ninguem com q falar, e estava frio e fedia. Alem do q, parece q aqui tem o fundo eh de felicidade, e lah a felicidade eh um estado. Eh como se quando nada acontecesse eu fosse triste, e quando " coisas" aconteciam eu me alegrava. E aqui eh como se quando nada acontecesse eu estivesse bem, ficasse triste quandos " coisas" aconteciam. E lah acontecessem muitas "coisas" e aqui poucas. Bom... eu nao sei. Realmente nao sei. Agora eu largo a faculdade numa boa mesmo. Se for pra voltar eu nao vou nem sentir remorsos. Tambem nao me arrependo de ter ido, foi bem legal, eu nao perdi nada. Mas tb eu nao me impressiono com merdas como " haaa... o seu futuro vai ser melhor lah" ... baaah... eu nao tenho futuro... i really dont careee... =P... e eu nao estou disposto a me sentir mal agora para estar bem daqui a... quatro anos? eu nem sei se eu vou estar vivo daqui a quatro anos... talvez eu volte talvez nao... quem sabe? quem se importa?

*

Site bacaninha: http://nukualofa.web1000.com/

*

Haaaa... o Coletivo Punx esta planejando soltar 99 baloes vermelhos com frases libertarias no sabado (sete de setembro)... quem estiver interessado em ajudar a soprar os baloes, lanca-los, colocar sua frase lah... ou simplesmente assistir, sera bem vindo. Aparecam no meu predio. ;)

*

Hhhuummm... tow pensando em comecar a escrever um livro... a ideia me passou pela cabeca quando eu esteva sentado hoje sozinho no del paseo... ateh comecei a escrever alguma coisa. Das ultimas 5 vezes q eu tentei escrever um livro eu desisti porque acahava q nao tava ido muito bem ou desencanei pq tava sem saco. Muito provavelmente isso va se repetir agora. Mas eh o q me deu vontade de fazer agora. Eu vou colocar aqui o q eu escrevi hoje. Talvez depois eu arrume outro blog para ficar postando o livros em pedacos. Nao esperem nenhuma grande obra, nenhuma maravilha poetica ou qualquer orgasmo literario. Eh soh uma novelinha simples e sem maiores pretensoes. Eh sobre delinquentes juvenis, subversao, guerrilha psiquica, ativismo politico, milenarismo cristao, imprensa alternativa, arruaceiro, jovens niilistas e coisas do tipo, mas o comeco eh meio nada a ver. Ninguem precisa ler se nao quiser:

CENSURADO

(eu jah tinha colocado... mas naum ficou muito bom... vou dar uma mexidinha, completo algumas coisas e amanhan coloco =D )
Postado por Ataliba em 02:10

quinta-feira, setembro 05, 2002
Olha... EU DESISTO!
DE-SIS-TO


eu vou ficar postando aqui e acabou. quem nao gostou va' se ferrar. eu acho q eu meio q preciso disso.

E eh isso ai'...

:: A Vida em Camera Lenta ::
Estrelando Xis, como ator coadjuvante...

Todas as coisas estao distantes...

Amanha vai melhorar.

Oh Yeah Baby... Oh Yeah

*

Odeio dias de gelatina de maracuja.

Alias... eu odeio maracuja.
E nao como gelatinas.

*

Nao eh q esteja tudo mal...
Nao esta! Eu ainda me amo... por isso.

Soh nao esta mais tudo bem.

*

Vc's conseguem correr em seus sonhos?
Sera' q eu sou a unica pessoa que nao consegue correr em sonho?

Vc ja' viveu algum dia q parecesse um sonho ruim? Sendo que nao era nem um dia ruim, era um dia simplesmente normal?
So' por curiosidade...

*

Haaaa... eu to planejando uma coisa... Eh tosquinha, mas vai ser um pouco legal. Quem viver vera'!

You and I, in a little toy shop, buy a bag of ballons with the money we got. We sent them free at break of time... one by one, they were gone...

*

Tenho andando ocupado trabalhando em uma imensa maquina "fazedora de bolhinhas de sabao" q deixara o mundo mais feliz e em um pequeno aparelho para desenrugar ameixas secas.
Isso eh q eh revolucao!

*

Vou contar uma historinha:
Um famoso literato do seculo XVIII, versado em letras, numeros e logica, conhecido por todas as grandes universidade europeias, encaminhava-se justamente a um encontro de doutores. No meio do caminho havia um largo rio, sem que houvesse pontes por perto, o que o levou a pegar um balsa. A meio caminho da margem pergunta ao barqueiro:
-Barqueiro! Voce estudou filosofia?
-Nao senhor...
Respondeu resignado o barqueiro, com uma clara expressao de vergonha.
-Perdeu um terco da sua vida entao.
E continuou:
-Barqueiro! E de matematica? Entende alguma coisa?
-Nao senhor...
Responde novamente o barqueiro, explicitamente intimidado.
-Perdeu mais um terco de sua vida entao.
Nisso uma grande lufada de vento balanca a barca e joga ambos para fora.
-E o senhor? Sabe nadar?
Brada o barqueiro em meio ao tulmuto das gelidas aguas do rio.
-Nao... - apenas uma voz rouca
-Entao perdeu sua vida inteira.

*

Se eu contasse ninguem iria acreditar... Europa, cinco mil dolares, uma bicicleta... Quem sabe... Nao vou nem contar entao.

*

Quem ama morre aos poucos. Que nao ama jah esta morto.

hehehehehe... E Vic Godine vira um poeta de botequim... how sad

*

Eu tinha mais alguma coisa pra contar...
mas esqueci...

Com certeza...
Eh isso ai.
O resto vc's jah sabem. Vida felix e talz =D

p.s.: valeu pelo abraco PL! =) Outro! Gosto muito de vc cara...
p.s.II (a missao): nao consegui? por que? a questao do livre arbitrio eu acho que ja' ficou esclarecida. mas nao eh que eu tenha desestruturado seu argumento, eh q ele mesmo se auto-desestrutura quando se deixa de enxergar Ceu e Inferno pela otica recompensa/punicao. talvez fosse o caso de arranjar novas palavras e abandonar de vez Ceu e Inferno, que ao meu ver acabaram ganhando uma conotacao demasiadamente mistica e mitica para o que representam.
Postado por Ataliba em 00:17

quarta-feira, setembro 04, 2002
... e a história se repete ...
... e a história se repete ...
... e a história se repete ...
... e repete-se a história ...




Gostaria de agradecer à Daniela por ter concedido uma das definições mais bacanas de mim que eu já ouvi e da qual estou muito orgulhoso:

EU SOU UMA INTERROGAÇÃO

Sim! Isso resume muito do meu ideal punxista... eu ainda acrescentaria mais:

EU SOU A INTERROGAÇÃO MAIS EXCLAMATIVA QUE JÁ EXISTIU

... ou não ...


Mas, pra compensar tamanha satisfação, só hoje três pessoas me desapontaram. Sim, e ao que parece mais uma outra está iniciando o processo de me decepcionar também. Mas, mesmo assim, amo todos vocês, não importa de que maneira.

Gostaria de mandar um abraço, sem nenhum motivo aparente (e sem conotações homossexuais também, por favor), ao meu amigo Victor. Te amo, velhinho.


Porra! Não sei se fico feliz ou triste... mas eu adoro, não consigo parar, sou mais viciado do que em cascola: minhas listas de mp3 apenas com músicas creeps.

EVERYTHING - Lifehouse
Find me here
Speak to me
I want to feel you
I need to hear you
You are the light
That is leading me to the place where I find peace again
You are the strength that keeps me walking
You are the hope that keeps me trusting
You are the life to my soul
You are my purpose
You are everything
And how can I stand here with you and not be moved by you
Would you tell me how could it be any better than this
You calm the storms
You give me rest
You hold me in your hands
You won't let me fall
You steal my heart and you take my breath away
Would you take me in
Would you take me deeper now
'Cause you're all I want
You are all I need
You are everything, everything



Mais um esclarecimento: o companheiro VicGodine, com seu post que falou sobre o livre arbítrio divino, não conseguiu, ao meu ver, desestruturar meu argumento da hipocrisia de deus e sua falsa liberdade. Mas, além disso, quero deixar claro que, apesar do que pensam (principalmente o Humberto que chegou a me chamar de anticristo - não, não fiquei chateado com isso), eu sou uma pessoa do tipo que ainda não acredita que deus(es) existe(m) ou não, pois essa é uma questão muito delicada. No entanto, eu adoro fomentar a discussão para a não existência dele(s) porque assim foge-se dos dogmas e o debate fica mais caliente. Porém, devo confessar que tendo ao lado ateu (ou agnóstico, ou cético, nunca aprendi a diferença certa entre esses termos). Isso por convicção própria, por princípios morais que me pertencem. Ao constatar que eu simplesmente não quero e nem permitirei ninguém controlando minha vida ao seu bel prazer, eu deixei de acreditar (essa última oração parece ter sido bacana aos ouvidos do Bruno).

Mas, lembrem-se: EU SOU A INTERROGAÇÃO MAIS EXCLAMATIVA QUE EXISTE

=> Há dez dias que eu não arranjo uma paquera* para apresentar aos meus avós.
Postado por Pedro Lucas em 22:16
When you were here before
Couldn't look you in the eye
You're just like an angel
Your skin makes me cry
You float like a feather
In a beautiful world
I wish I was special
You're so fucking special
But I 'm a creep
I 'm a weirdo
What the hell am I doing here?
I don't belong here
I don't care if it hurts
I want to have control
I want a perfect body
I want a perfect soul
I want you to notice
When I'm not around
You're so fucking special
I wish I was special
But I'm a creep
I'm a weirdo
What the hell am I doing here?
I don't belong here
She's running out again
She's running out
She run, run, run run
Run
Whatever makes you happy
Whatever you want
You're so fucking special
I wish I was special
But I'm a creep
I'm a weirdo
What the hell am I doing here?
I don't belong here
I don't belong here


ai, minha auto estima...

=> Há nove dias que eu não arranjo uma paquera* para apresentar aos meus avós.

Só pra dizer que, antes de começar a contagem (progressiva, é lógico, pois regressiva ia começar do infinito), não havia um marco de, tipo, "hoje eu tenho uma paquera*" / "hoje eu não tenho mais uma paquera*". É só de quando eu comecei a contar.
Postado por Pedro Lucas em 00:35

terça-feira, setembro 03, 2002
Hoje eu morri um pouco...

Nossa senhora... sera' q era isso toda a historia de ciclo encerrado?

FIM.
Postado por Ataliba em 15:55
Acho que e' minha sina escrever aqui. Eu simplesmente nao consigo parar. Simplesmente.
Pois eh...

Mas eu tinha que falar isso tambem.

Hoje pelas as minhas andancas na cidade eu acabei indo parar no Farias Brito (aquele ali do final da Dom Luiz, ou do comeco... ou nao). Tava um puta sol, tava quente, minhas pernas estavam cansandas, eu estava cansado. E tava quente, muito quente. Pensei: "haaa, vou ver se arrumo uma carona". E me arrastei com o cebolha ate o sinal mais perto. Pedi gentilmente aos motoristas, com toda a boa educacao que consegui juntar, abordando exclusivamente os homens (ate entendendo que seja mais complicado para mulher dar carona), e os que estavam sozinhos ou no maximo com mais uma pessoa (nao ia dar pra alegar entao que o carro tava cheio). Tudo o que obtive:
-Tres pessoas levantaram o vidro rapidamente. Nenhuma palavra.
-Duas pessoas se apressaram em baixar as travas. Da parte de um, alguns grunidos. Nenhuma palavra.
-Duas pessoas disseram que nao iam pra onde eu ia.
-Uma pessoa disse que nao. Sem maiores explicacoes. E sem maiores grosserias tambem.
-Uma pessoa falou que nao tinha tempo para perder comigo.

Acabei indo a pe. Poxa... eu queria so ir ate o Aldeota. A maioria dos carros que passam ali vao ate a praca portugal. Baah... perderam a possibilidade de conhecer um otimo carona.
Isso me lembre uma historinha:
-Porque tive fome, e nao me destes de comer; tive sede, e nao me destes de beber; sendo forasteiro, nao me hospedastes; estando nu, nao me vestistes; achando-me enfermo e preso, nao fostes ver-me; precisando de carona, nao me destes.
-Senhor, quando foi que te vimos com fome, com sede, forasteiro, nu, enfermo ou preso, precisando de carona e nao te assistimos?
-Em verdade vos digo que, sempre que o deixastes de fazer a um destes mais pequeninos, a mim o deixastes de fazer.

Pra nao dizer que o mundo esta perdido, houve uma garota que intercedeu ao meu favor. Pediu pro pai me lever. Quem quer que voce seja, valeu fofa! =D

*

:: Ruiram as Muralhas de Jerico ::

Da para se tirar alguma coisa de "Clube da Luta". Se nao tanto a ideologia anarco-fascita beirando o niilismo (ou anarco-niilista beirando o facismo), certamente a organizacao. Se os pupilos de Durden acabam comprando uma ideologia flagelante de sacrificio e auto-destruicao (passando da simples consciencia do desespero ou do desespero da consciencia para um ativismo apolitico ou mesmo pos-politico), impregnada por uma disciplina revolucionaria praticamente paramilitar, eles surpreendem por possuirem tatica sem uma teoria, e um robusto planejamento sem um projeto de superacao, um sacrificio a causa sem uma causa aparente (ou entao muito superficial, oscilando de violencia imediatista a anarco-primitivismo romantico). E o que fica? Primeiro, mesmo o caos precisa de planejamento. A esquerda libertaria/comunista contemporanea, atormentada pelos esqueletos no amario das experiencias do ultra-planejamento bolchevique->degeneracao->stalinista, ficou receosa das mais inocentes plataformas. E' preciso articular para obter qualquer resultado significativo. E' necessario tanto projeto quanto planos. Esta na hora de rediscutir tatica revolucionaria. Segundo, organizacao celular. Celulas independentes, planejamento descentralizado, focos de subversao intercomunicantes, federados, mais horizantais, auto-gestionarios e auto-suficientes. Pequenos nucleos capazes de manter o compromisso e uma certa pureza de acao, micro-sociedades envolvidas na atividade criativa de pensar novas abordagens e surpreender constantemente. Foi uma organizacao similar, envolvendo grupos de afinidades e blocos, que tornaram tao bem-sucedidas as empreitadas rebeldes em Seatle, Genova e Praga. A guerrilha do seculo XXI.

Tenho dito:
Me importa mais fazer a revolucao do que pensa-la
Me importa mais viver a vida do que estuda-la
o que mais me importa EH eu mesmo

E o que eu mais gostaria de fazer esse momento, de todas as opções possíveis e imagináveis, eh conhecer a dona Mariana Lima

PONTO.

final...

*

Não sei porque pensei nisso agora.
Deve ter sido os prédios caindo.

Where is my miiiiind…

*

Agora eu escuto o comlombiano com sua ocarina ate de dia. Vai ser a nova trilha sonora da minha vida. A musiquinha do gas jah cansou.

*

Se pronuncia paul-ah-nik

*

Oucam: Velvet Underground, Mutantes, Pixies, Stooges, Ramones, New York Dolls, Chico Buarque, The Clash, Strokes, Sex Pistols, Rancid, The Crass, Dead Milkmen, Elvis Presley, Little Richard, The Who, Toy Dolls, G.B.H., MC5...
Leiam: Bukowski, Keourac, Fante, Ginsberg, Solomon, Buroughs, Kassady...

*
Eu me lembrei porque resolvi parar de postar aqui (o que, pelo visto, ainda nao aconteceu). Voces nunca comentam o que eu falo! Mas tudo bem, eu entendo, os textos sao grandes pra caralho e ninguem deve ler. Nao tem importancia mesmo. Sem stress. Apenas continuem fingindo que estao ai.

*

Sim siiiiim...
Tenho que admitir, eu costumo gostar de bandas de caras com cabelos acordei-agora. Alias, eh esse o tipo de cabelo que eu costumo usar em São Paulo.

Oh Yeah Baby...

Eh isso ai

*

Enfim. Vou escrever o grande segredo da vida em noventa e nov baloes vermelhos e joga-los do alto do meu predio. Com sorte algum chega ate voces. Enfim... FIM. Nao esperem muita coisa de mim, eu ja estou cansado e um pouco desesperancado. Mas sempre sobra algum sentimento para um pouco de poesia. Ou nao... Tenham uma vida feliz. Te cheiro mais tarde. Eu sou so um bb, largado em alguma cesta... por ai. E' sempre bom voce abrir a porta, em vez de so espiar pelo olho magico. Um pouco de vida nao faz mal a ninguem. Para nao me sentir so... pelos seculos dos seculos.

Postado por Ataliba em 04:15

segunda-feira, setembro 02, 2002
:: If you don't kiss Hank's ass He'll kick the shit of you ::

hahahahahahaha
caramba... há muito tempo que eu não lia uma coisa tão engraçada...

=> Aqui <=

From the desk of Karl

1.Kiss Hank's ass and He'll give you a million dollars when you leave town.
2.Use alcohol in moderation.
3.Kick the shit out of people who aren't like you.
4.Eat right.
5.Hank dictated this list Himself.
6.The moon is made of green cheese.
7.Everything Hank says is right.
8.Wash your hands after going to the bathroom.
9.Don't use alcohol.
10.Eat your wieners on buns, no condiments.
11.Kiss Hank's ass or He'll kick the shit out of you.


o site principal é esse. visitem...


beijos teletubicos para vocês, amigos de todo o brasil.
Postado por as coisas que nunca caem em 14:36
Só pra atualizar o contador antes que eu esqueça!
=> Há sete dias que eu não arranjo uma paquera* para apresentar aos meus avós.
Postado por Pedro Lucas em 01:05

Powered by Blogger

Template desenvolvido por Blog Templates

Arquivo