E que tudo mais va pro inferno! Estrelas de Fevereiro Flutuando no Escuro...
sing out this song and i'll be there by your side

Seja Bem Vindo Ao Odisseu


Desvenda-me ou te devoro

Eu Vejo...
Evangelion - Death and Rebirth

Eu Ouço...
Ewan McGregor

Eu Leio...
Vinícius de Moraes

Posts
sábado, junho 22, 2002
"von der last der Zeitlichkeit brefeit..." novamente Guimarães Rosa, só que dessa vez em alemão

::Momeeeeeeentoo Toostineesss!!!::

A direita é mais corrupta porque sempre esteve no poder ou sempre esteve no poder porque é mais corrupta?

Tostines apresentou mais um Momeeeeeeentoo Toostineesss

" "O vento levantou a poeira. Talvez, um temporal chegando" - disse alguém, fechando as janelas, desconhecendo o quanto estava errado. E certo. "
Ataliba Lionel

Não há muito o que dizer. Talvez coubesse relatar uma ponta de melancolia, mas parecido com aquelas farpinhas que incomodam mesmo sem aparecer. Possivelmente um misto de nostalgia e saudades do que não aconteceu, do que poderia ter acontecido, e do que, talvez, com alguma fé, poderá acontecer. No mais vamos vivendo, também não há muita escolha. Como bem disse Jesus, um problema por vez, o amanhã trará seus próprios problemas (e suas próprias soluções). Mais alguma coisa? Espero que tudo isso não seja o que eu estou pensando. Puta merda! Deve ser...

"Droga, droga
e droga

Sexo, sexo
e sexo

Rock, rock
e rock"
Aristolfo de Olinda Prado (Psicodelia Careta)
Postado por Vic em 03:05

sexta-feira, junho 21, 2002
"Liberdade ao verso
ao adverso
ao diverso
ao obverso
ao averso

Liberdade versadeira
ao versátil versista
ao versismo versiforme
ao versículo versilibrista
ao veríssimo artista

Liberdade liberta
à alma do poeta
à versividade versória
à versão reversa
à verticidade incerta

Liberdade versada
ao verso perverso
ao controvertido introverso
ao inverso do Universo"

Aristolfo de Olinda Prado

Precisamo de ação? Sim, precisamos! Precisamos de amor? Sim, talvez até mais! Precisamos gritar pelo direito ao grito e exigir o impossível? Não há absolutamente a menor dúvida! Por que?
-Porque esta sociedade capitalista está se envenenando sozinha com sua mórbida sede de dinheiro. Seus membros são levados a adorar o Ter e desprezar o Ser.
-Porque essa sociedade burocrática está se sufocando sozinha com o conformismo e suprimindo toda a forma de espontaneidade. O único modo pelo qual seus membros podem se tornar criativos e desenvolver a própria individualidade é através de uma conduta anti-social.
-Porque esta sociedade militarista está cavando o próprio túmulo sozinham, fabricando paranóicas armas atômicas, amontoando pilhas gigantescas de pólvora e ódio, praticando ou exercitando o assassinato e a carnificina.
Você sabe o que fazer? Não?!? Nem eu... Então vamos planejar um pouco, propor algo novo e discutir bastante. E a essa discussão podemos atribuir o nome de força mágica, PuNx!. Se quisermos poderemos atribuir esse nome às nossas poesias, e a toda a sorte de produtos de nossa criatividade, porque finalmente não seremos censurados.
Papai Noel vem aí... e com ele o PuNx!
E não custa nada lembrar... a Revolução não tem rosto (nem número de telefone)...

"Tudo é permitido. Mas nem tudo convém"
São Paulo

Postado por Vic em 01:24
--> SHUrubinha pokémon <--
MILLÔR FERNANDES
"E como dizia o supremo Casanova: 'é o destino - quando eu nasci já tinha uma mulher na cama"
"Casanova não foi o inventor do sexo grupal. Apenas, como ele era extremamente competente no seu ramo, o pessoal ia se reunindo em volta e tirando a roupa"
Postado por Pedro Lucas em 01:03

quinta-feira, junho 20, 2002
Perfeito! Hoje, voltando pra casa de manhã, passo por um carro vazio estacionado. No vidro traseiro, um adesivo que dizia mais ou menos o seguinte: “Se Deus é por nós, quem é contra?”. Não era assim, mas dá pra entender. Sabe aquela vontade que sobe da unha do dedão do pé até a ponta do cabelo laranja, meio que levando tudo que fica no caminho? Calma, não é esse tipo que você tem quando ouve Macho Man ou WYMCA, não. È como se você visse o FHC com os óculos trocados tentando atravessar a Antônio Sales às 18:30 de uma terça-feira. Tudo que eu queria era não ter juízo, dar um pulo, fazer a pose do Chapolin, meu grande ídolo, e gritar com um enorme sorriso no rosto: “EEEEUUUUUUUUUU!”. Aí alguém gritaria “Mas é o polegar vermelho!” e eu, com uma expressão de satisfação enorme, falaria “Não contaram com a minha astúcia! Sigam-me os bons!”. Nesse caso, eu teria que ser como o Quase Nada (o original, não o Thiagunço) e dizer “Sigam-me os maus!” com a boca torta e tudo. Fiquei tão empolgado que fui pra “aula” com a camisa do Chapolin.
É como diria o Millôr Fernandes: “Só há duas espécies de patifes: os que admitem ser e nós”.
O REI DO PEIDO
O português morava num sítio, numa região muito quente, por isso ele dormia sempre pelado. Acontece que ele peidava muito. A mulher já não agüentava mais, já dormia em quarto separado, porque ele roncava também. Imaginem vocês, ronco já é chato, agora ronco e peido, não há cristão que agüente. E ela sempre alertando ele:
- Manoel, você peida tanto que um dia ainda vai botar as tripas pra fora! Quem peida muito, Manoel, bota as tripas pra fora! Eu tô te avisando...
Um belo dia, ele acabou de almoçar e foi tirar o soninho dele. E ele ta lá peladão, dormindo, roncando e peidando. Roncando e peidando... Roncando e peidando... (obs: essa expressão podia muito bem substituir a “cagando e andando”) Justamente nesse momento, a mulher descobriu que o vizinho do sítio ao lado tinha acabado de matar um porco. Ela foi até lá, pediu as tripas do porco e as trouxe todas sujas de sangue. Com muito cuidado, ela foi até o quarto e as colocou bem junto ao bumbum do português. Foi então pra cozinha fazer um cafezinho.
Uns cinco minutos depois, ela começa a ouvir uns gemidos vindos do quarto:
- Ai... ai... ai... ui... aiiii...
Após meia hora ouvindo os gemidos, ela vai até o quarto, vê o lençol sujo de sangue e pergunta assustada:
- Manoel! O lençol sujo de sangue? O que foi que aconteceu?
- Ai, Maria... bem que tu me dissestes que eu peidava tanto que um dia ia botar as tripas pra fora e hoje eu botei mesmo...
E ela, tentando esconder o riso, pergunta:
- E doeu muito?
E o português:
- Não... na verdade, quando saiu, não senti nada... Mas pra meter tudo de volta pra dentro... Como doeuuuuuu...
MILLÔR FERNANDES: “Se eu fosse o papa, vendia tudo e ia embora”.
INCRÍVEL (essa eu tenho que oferecer à Marfisa)
Depois de bater na traseira de um carro, o motorista se justifica ao guarda que faz a ocorrência:
- A mulher fez sinal que ia dobrar à esquerda... e não é que ela dobrou mesmo?
MILLÔR FERNANDES: “Uma coisa é definitiva: quem se curva diante dos opressores mostra o traseiro aos oprimidos”.


Postado por Pedro Lucas em 23:40
-E aí, quem é você? Como se chama?
-Não!... Nada de nomes entre nós dois, nem de generalidades nem
estado civil.
-...tá bom, mas de alguma forma teremos de nos chamar...
-Não, mas... se realmente quiser me chamar de alguma maneira,
me chame de... me chame de...
-Como?
-Prrrt! (breve pernáquia)
-Como?
-Prrrt!
-...E eu?
-Você... Prrrrrrrrrrrrrt!
-Caralho...


Certa vez na rua me perguntaram o que era PuNx!... fiquei pasmo! como não poderia deixar de ficar?
PuNx! é algo que está tatuado em nossos espíritos desde que se separou as águas debaixo do firmamento e acima do firmamento...
Mas a moça continuava a encarar meu rosto desfocado com uma expressão de dúvida, um dúvida quase angustiosa...
fiquei com pena... pobre moça... nem sabia o que era PuNx!... expliquei que o PuNx! sendo nada era tudo, era um nome múltiplo
que todos os pobres sem nome poderiam usar, que o PuNx! era o maio de 68 e era o que o Kyle sempre vomitava no rosto de sua namorada... não sei se ela entendeu... mas deve ter entendido... porque ela ficou muito feliz, seu rosto se iluminou e pariu (é, pariu! ali mesmo, na minha frente!) uma estrela dançarina... então eu comecei a pensar que poderia estar numa viajem de ácido, mas não estava... a estrela continuou dançando balle na minha frente até que apareceu uma mariposa de uns dois metros de envergadura... e logo todos os seres míticos e místicos começaram a dançar e festejar junto com a estrela... eles falavam coisas confusas e sem nexo... diziam algo sobre a arte ter morrido... e do seu corpo apodrecido ter brotado a vida... Tudo pareci ser uma mistura surrealista de Mary Poppins com Fantástica Fábrica de Chocolate... voltei à hipótese do ácido... mas me relembrei que eu não me drogava... foi então que a vida, a estrela dançarina e turba de seres imaginários invadiu a avenida em carnaval... E OLHEM SÓ QUE AUDÁCIA! DESCABAÇARAM a ordem em praça pública... e logo todos eram um só, e a vida tinha virado revolução. A revolução se fez criança pode ver a face de Deus!! =~) E o caos se reconcilou com a paz... e houve festa nos Céus por mil anos!
E você? Sabe o que é PuNx!? Não?!!? Então invente... e deixe na xerox mais próxima!

PuNx! vem aí... E com ele o Papai Noel... e isso não é uma piada!

"Se você diz que a organização da sociedade e sua dominação por incontestáveis tiranias, que é aquilo que ela é, é inadequada e injusta... você deve considerar quais as alternativas e como seguir na direção delas... E estes não são problemas triviais, eles requerem movimentos movimentos populares organizados que pensem as coisas de forma tal, que debatam, que ajam, que experimentem, que tentem alternativas, que desenvolvam as sementes do futuro na sociedade atual."
Ataliba Lionel

Postado por Ataliba em 21:58
Olá, camaradas terrestres! Eu sou Flip Flop, imperador absoluto do Incas Venusianos, por isso também conhecido como Tamago, ou seja, Terrível e Amado Mestre, Admirável Governador Onisciente. Vocês devem estar se perguntando por que alguém tão importante estaria num planeta tão insignificante, xexelento e petulante como a Terra, não? Como hoje estou bonzinho, responderei. Como imperador, eu acumulo a liderança política, religiosa e militar de Vênus. O que isso tem a ver, vocês perguntam? O que acontece é que um espertalhão andou querendo fundar uma nova religião baseada em um deus pagão chamado Mozó, desrespeitando o nosso Supremo GOOOD (lê-se "gódi", também é uma sigla, mas essa eu não vou explicar... ainda). Claro que o malandro foi julgado e condenado por nossa competente justiça, mas de forma misteriosa conseguiu escapar! Por sorte, a CIA (Centro dos Incas Astutos) andou pesquisando na internet e conseguiu achá-lo, e dessa vez, El Visnin-ja, você não escapará do seu destino, a MORTE!!!!!!!!! Espere até eu te pegar :)!!!!!!! HUHAUHAUHUHAUHAUHUHAUHAHUAHUHUAUHAHUUHAUHAU. Enquanto eu não conseguir cumprir essa missão, vou continuar postando no Blog...
Postado por Flip Flop, em 21:55
UM "deus" MINÚSCULO!

Olha minha filinha! se você não quiser ser freira, o problema é seu, o que importa é que enquanto eu for o mandachuva nessa bosta tu vais ter que seguir as ordens que eu determinar, por isso, pegue a porcaria dessa agulha e dessa linha e volte já a tricotar, pois crianças estão com frio (mas eu não tenho porra nenhuma com isso) e tu prometeu agasalha-las, além do mais, tô cuidando de um ETezinho viado errante que tah procurando lugar pra ficar! Cada coisa me aparece! cada pepino... bora mulher! não terminou ainda não? E para quem tá lendo isso, se não gostou do meu jeito de falar, lasque-se!!!!!!
Postado por Vin�cius em 01:19
PAPO DE FREIRAS
As duas freirinhas estavam fazendo tricô. Uma delas espetou o dedo com a agulha e disse:
- Ai que merda, furei meu dedo! Oh, Senhor! Me perdoe pelo palavrão... Freira não pode falar palavrão... Também, só fabricam essa filha da puta de agulha pontuda! Oh, Senhor! Perdoai-me... Falei outro palavrão... Mas tá doendo pra caralho! Ai, meu Santo Deus, perdoai-me pelo palavrão... Ah! Quer saber de uma coisa? Foda-se! Eu não queria ser porra de freira mesmo!
O GAGO MAL AMADO
O gago diz, nervoso, pra namorada:
- Tatu... tatu... tá tudo acabado entre a gen... gente! Vo... você nuncagô... nuncagô... nunca gostou de mi... mim! Vo... você mijô... mijô... você me jogou fo... fora! E o cu... e o cu... e o culpado fu... fui eu! E sefo... e sefo... e sefode... e se for desse je... jeito eu não que... quero saber!
OPERAÇÃO LUSITANA
Disse o português, com os olhos vendados, ao médico oftalmologista:
- Ô, doutoire! Depois desta operação que o senhoire fez em meus olhos, eu vou conseguir ler?
- Mas é claro! Você vai poder ler qualquer coisa.
- Veja o senhoire, doutoire, o que é a medicina capaz de fazer! Antes de o senhoire me operaire, eu era completamente analfabeto!
FAROL VERMELHO
O menino indaga ao pai:
- Papai, por que é que as mulheres ficam menstruadas?
E o pai, gozador:
- Castigo de Deus, meu filho! QuandoEva ofereceu a mação a Adão, e ele comeu (as duas), Deus chamou a pecadora e deu a sentença "Eva, pagarás este pecado com o sangue do teu próprio corpo" e a Eva disse "Senhor, não poderia ser em suaves prestações mensais?"

Só faltaram as risadinhas de série americana pra completar a tosqueira! Mas tosqueira é bacana!
E como diria o Frejat (eu acho): "e que tudo mais vá pro inferno!"
Aliás, a partir de hoje, esse será o título do blog!
Postado por Pedro Lucas em 00:35

quarta-feira, junho 19, 2002
Buu!
Inicialmente respondendo à mesagem do Pedrofilo, não me inscrevi antes neste blog porque não recebi seu e-mail. Mas agora todos podem ficar feliz, pois Cesarus Galletus Annophillus Quinquagésimus Oitavus está cadastrado. Por um curto período estarei enviando mensagens todos os dias. Curto porque tenho que começar a estudar pro vestibular.
Acredito que ontem, terça-feira, 18 de junho, foi um dia excepcional. Após ter ficado cerca de duas horas na internet, assistir à partida Japão x (Algum time que não lembro o nome), e ter ido deitar-me por volta das 05:00, tive o grande privilégio de somente acordar às 20:00.. aahh.. dormir quinze horas contínuas é um grande prazer, vocês não imaginam o quanto.. apesar de o filme do SBT, Flubber, não ter sido animador (bons tempos que eu tinha tv a cabo), pelo menos estou aqui na internet buscando nos abismos mentais por algo para colocar neste blog.
Bem, agora receio que estou sem mais nenhum assunto. Além disso, estou compromissado a ajudar a "L" Lia em física, uma matéria tão simples e esse pessoal que insiste em complicá-la. OBS.: para os leigos, as L's são cinco amigas minhas e que são grandes amigas entre si e cujos nomes começam todos com L. Estranho não?! pois saiba que isso pode ser mais um plano de Darth Vader para destruir a Aliança Rebelde. Falando nisso, para os desinformados, sábado passará Guerra nas Estrelas - O Retorno de Jedi no SBT; e, apesar de a dublagem ser ruim, o filme é muito bom.
Ah.. quase esquecia.. o Pedro, nosso anfitrião neste blog, e Laércio, um balde véi, estiveram nessa quarta revelando-se, olhem só o que eles escreveram:
[01:03] naum... o que eu mandei foi pra entrar no meu..
[01:03] Caralho essa de entrar no meu...!
Logo após, o pedroca agiu feito um Chico Tuita e mudou o tópico retirando a mensagem dele.
Bem, agora está na hora de dormir, ou pelo menos tentar.
Adeus,
Thiago.
Postado por Thiago em 02:41
Quer saber? Desisto. Parece que ninguém entendeu bem a idéia do blog. Pra mim, uma idéia tão simples que poderia levar a um resultado mais complexo. Mas, por "coincidência", a preguiça atacou o povo que eu chamei ao mesmo tempo. Olha, não tô reclamando do pessoal, não. Tipo, por mim, a idéia do blog pode até ser retomada depois, mas, no momento, não estou em condições de esforço e quero os pontos da cadeira de informática e comunicação. Vou conversar melhor com um pessoal e, outro dia, quem sabe, esse projeto renasce com força, e talvez até apoio do PuNx!. Ou, talvez, o que é pra ser é, e o que não é pra ser só é se você tiver uma luva de beisebol mágica e bater nela três vezes falando "eu desejo, eu desejo, eu desejo". Ou um amuleto mágico que concede qualquer desejo ao custo de uma lembrança, uma memória sua. É arriscado, mas você pode também falar três vezes em voz alta "besouro suco" ou dez vezes em voz alta e rapidamente "como quiabo cru". Mas o importante é não esquecer as sábias palavras do grande poeta: "cuidado com o que deseja, porque pode dar em fezes".
Vou escrever aqui o resultado de mais uma produtiva e interessante aula de língua portuguesa 1 (notem que a ironia também vale pro poema):
Sozinho
Não só sozinho
Abandonado
Por muitos, traído
Usado e descartado
Invadido e furtado
Violado até a alma

A razão?
Não há razão
Pura emoção
A mais suja

É a justiça mundana
O inocente chora
Embalado nos braços do ladrão

Tudo perdido
Honra, confiança
Sanidade, esperança
Coração, alma

Morto na vida
Vazio no vazio
Sozinho
Não só, sozinho
Pedro Lucas
Postado por Pedro Lucas em 00:32

terça-feira, junho 18, 2002
:: DIÁLOGO DE LESMAS ::

- Oi lesma
- Oi.

...
=>Isso<= é muito interessante. hm.

Depois escrevo direito aqui. ciao
Postado por as coisas que nunca caem em 01:24
Saudações. Meu nome é Odisseu. Vocês não devem ter notado, mas eu sou um extraterrestre %) Isso mesmo, eu não sou da Terra, sou de um planeta que fica bem longe daqui. Bom, o motivo de eu estar aqui é porque a população do meu planeta, que talvez nem mereça ser chamada de sociedade, está chegando ao estágio final da destruição global. Eu vim aqui para pesquisar a Terra e seus habitantes, com o objetivo de, quem sabe, promover uma "mudança" dos poucos que sobraram dos meus para cá. Mas eu não estou interessado apenas se a biosfera tem condições próprias para o meu povo, mas também pela natureza do ser humano, dos meus possíveis vizinhos, como é conviver com eles. Enfim, espero que alguém possa me ajudar nessa minha missão. Não poderei estar aqui sempre porque, geralmente, estarei fazendo estudos de campo, mas peço que tornem suas visitas e suas opiniões freqüentes. Até mais.
Postado por Pedro Lucas em 00:01

Powered by Blogger

Template desenvolvido por Blog Templates

Arquivo